Vale do Ave e Terras de Basto
Abertura
Mapa do Concelho
Mapa da Cidade
Património
Museus
Contatos
Abação (São Tomé)
Airão São João
Airão Santa Maria
Aldão
Arosa
Atães
Azurém
Balazar
Barco
Briteiros Salvador
Briteiros Santa Leocádia
Briteiros Santo Estêvão
Caldelas (Caldas das Taipas)
Calvos
Candoso São Martinho
Candoso Santiago
Castelões
Conde
Corvite
Costa
Creixomil
Donim
Fermentões
Figueiredo
Gandarela
Gémeos
Gominhães
Gonça
Gondar
Gondomar
Guardizela
Infantas
Leitões
Longos
Lordelo
Mascotelos
Mesão Frio
Moreira de Cónegos
Nespereira
Oleiros
Oliveira do Castelo
Pencelo
Pinheiro
Polvoreira
Ponte
Prazins Santa Eufémia
Prazins Santo Tirso
Rendufe
Ronfe
Sande São Clemente
Sande São Lourenço
Sande São Martinho
Sande Vila Nova
São Faustino
São Paio
São Sebastião
São Torcato
Selho São Cristóvão
Selho São Jorge (Pevidém)
Selho S. Lourenço
Serzedelo
Serzedo
Silvares
Souto São Salvador
Souto Santa Maria
Tabuadelo
Urgezes
Vermil
Início Região Concelhos Património Lazer Tradição Onde Comer Onde Dormir
 
BRITO
 
Memória Descritiva dos Símbolos Heráldicos
Roda dentada – É uma referência à indústria existente.
Mós – Representam a existência de vários moinhos.
Burelas ondadas – Simbolizam o rio Ave e os ribeiros que percorrem a vila de Brito.
 
Caracterização
Situada a 7 quilómetros da cidade de Guimarães, no lado oeste, a freguesia de Brito foi elevada a vila a 12 de Julho de 2001.
A Vila de Brito encontra-se na bacia hidrográfica do Ave, na margem direita deste rio. Ligando-se a Guimarães através de importantes vias rodoviárias nacionais, as Estradas Nacionais 206 e 310, Brito é bastante extensa territorialmente.
A sua actividade económica, outrora fulgurante na agricultura e outras actividades do sector primário, vive hoje de forças bem diversificadas, com o comércio e serviços a prestarem um excelente contributo à sua população, e a indústria a assumir o papel de elo mais forte na economia da vila, tendo vindo a crescer praticamente desde o 25 de Abril.
Hoje, Brito tem mais de 4000 habitantes, registando um crescimento significativo, de acordo com os censos, devendo-se o mesmo à própria ascensão da indústria. O têxtil e a construção são algumas das principais actividades industriais na localidade.
 
Síntese Histórica
A sua origem remonta ao século XI. Brito foi na antiguidade denominada por “Brittus”, etimologicamente um nome pessoal, previsivelmente posterior à época romana. Das épocas mais remotas da freguesia resulta uma pia de água benta, com traços suevo-visigóticos, preservada durante anos na Igreja Paroquial de S. João Baptista e exposta actualmente no Museu Alberto Sampaio, na cidade vimaranense. Esta peça é de uma rara beleza e a sua arte visigótica tornam-
-na especialmente singular.
A preciosidade ajuda também a compreender algo da história que envolve a freguesia, bem como os seus primórdios. Nesta freguesia existiu um Convento de Frades Beneditinos, fundado por D. Soeiro de Brito, um homem rico, no reinado de D. Afonso V, não restando vestígios deste edifício. Desde sempre pertencente ao termo de Guimarães, a freguesia, em tempos também denominada S. João de Brito, viu a sua igreja ser Comenda da Ordem de Cristo, durante o século XVIII.
 
Locais de Interesse Turístico
Piscinas, Moinhos no Rio Ave - Ao longo das margens do rio Ave podem ser encontrados vários exemplares, Centro Cívico, Horta Pedagógica, Espaços Criativos - Surgiu em 2011, a propósito da CEC por sugestão da Junta da Freguesia à Câmara Municipal de Guimarães, no sentido de reabilitar um espaço em desuso, que em tempos serviu para a prática de tiro da GNR. Tendo sido submetido a cuidada requalificação, esta infra-estrutura, dotou a freguesia (e outras em redor) de um espaço multifuncional para fins culturais, recreativos e sociais; e Parque de Lazer - abrange uma área de 40000 m2 e dispõe de parque infantil, Campo de Voleibol de Praia, polidesportivos, jardim e parque radical, permitindo um saudável e enriquecedor convívio e encontro de várias gerações.
 
Património Cultural Imóvel
Igreja Paroquial, Capela de Santa Helena, Capela da Quinta do Couto e Capela do Ribeiro, Cruzeiro, Moinhos.
 
Eventos
Festival das Vivências com Feira de Artesanato (Julho)
 
Artesanato
Trabalhos em pinho (João Salgado - 253 572 218)
 
Padroeiro/Festividades
São João (Padroeiro - 24 de Junho)
Nossa Senhora da Abadia (15 de Agosto)
Santa Helena (19 e 20 de Agosto)
 
Filhos Ilustres da Terra
José Teixeira de Maria - 1º Professor da freguesia e arredores (1878-1960)
Mateus Teixeira Marques - Presidente, secretário e voluntário da Junta de Freguesia (1923)
José Dinis Salgado - Fundador do CNE de Brito (1900-1987)
 
Freguesia em Números
Área (i): 368,83ha
Abastecimento de Água - Rede Pública (ii): 96%
Saneamento Básico (ii): 85%
Iluminação Pública (ii): 99%
Transportes (ii): Arriva
Habitantes (iii): 4939 (H-2468 M-2471) 
Eleitores (iv): 4198 (H-2086 M-2112)
Alojamento (iii): 1840                           
Famílias (iii): 1609
Faixas Etárias (iii): 0/14-915 15/24-642 25/64-2884 65 ou mais-498
Habilitações (iii): Nenhuma-881 Básico-3243 Secundário-562 Superior-253
[Fontes: i. Câmara Municipal Guimarães; ii. Junta Freguesia; iii. INE Censos 2011; iv. DGAI]
 
Equipamento e Serviço Social
Sede da Junta de Freguesia (com Gabinete para Atendimento Médico – Clínica Geral), Salão Paroquial e Espaços Criativos
Centro Social (com Creche, Jardim de Infância, Cantina Escolar, Centro de Dia Lar para Idosos e Apoio Domiciliário) e Escolas Básicas do 1º Ciclo (2) (uma com Cantina Escolar);
Campos de Futebol (2), Polidesportivo, Gimnodesportivo e Piscinas (coberta/descoberta);
 
Serviços
Farmácia, Consultório Médico, Clínica Geral, Clínicas Dentárias, Laboratório de Análises Clínicas, CTT, Bancos, Multibancos (5) e Posto de Abastecimento de Combustíveis.
 
Movimento Associativo
Brito Sport Clube
Telefone: 253 571 019  Fundação: 1957     
Actividades: Futebol
Surge em 1957 com o objectivo de potenciar o acesso ao desporto e à cultura por parte da população de Brito. Em 1994 conseguem por fim concretizar o sonho de construir o seu campo de futebol, com a ajuda de vários populares da freguesia. Em 1987, filia-se na Associação de Futebol de Braga, conquistando na época de 1996/97 a Taça da Associação de Futebol de Braga, honrando todos os seus apoiantes e sócios pelo desempenho prestado. Ascende à 3ª Divisão Nacional em 2005 mantendo-se até 2008. No presente são mais de 150 os jovens que se dividem pelas diferentes camadas de formação (juniores, juvenis e escolinhas), para além dos seniores que participam na Divisão de Honra da A. F. de Braga. É um clube orgulho de uma terra, que nele se vê e revê!
Centro Social de Brito
Telefone: 253 572 414    
Fundação: 1998
Actividades: Creche, jardim de infância, cantina escolar, centro de dia, lar para idosos e apoio domiciliário. A ideia de criação deste centro social remonta a 1995, a partir de um grupo de pais decididos apoiar as escolas de Brito e consequentemente ajudar a população em geral. O crescimento contínuo da associação resultante desta vontade colectiva em contribuir positivamente para o desenvolvimento da região, levou-a a tornar-se IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social em 1998. Actualmente, conta com uma área de 4000 m2, disponibilizando aos seus utentes várias respostas sociais de elevada qualidade, para as diferentes faixas etárias.
Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento Nº 366
Telefone: 961 785 300    
Fundação: 1936
Actividades: Escutismo
Grupo Coral de Brito
Telefone: 253 574 745    
Fundação: 1998
Actividades: Cântico litúrgico
Grupo Coral Padre José Vaz da Mota
Telefone: 933 837 661    
Fundação: 1978   
Actividades: Cântico litúrgico
Jovens Sem Barreiras
Telefone: 933 196 491    
Fundação: 2011    
Actividades: Recreativas e culturais
 
Pároco
João Fernando Peixoto de Araújo    
Telefone: 965 697 795
 
Junta de Freguesia
Morada: Rua de Santa Helena, nº 32   4805-030 Brito
Coordenadas GPS: N 41º 27’9.67’’/ W 8º 21’57.79’’
Telefone: 253 571 774     Fax: 253 571 805
E-mail: freguesiadebrito@gmail.com     Site: juntadefreguesiadebrito.planetaclix.pt
Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª feira 09h00-12h30/13h30-17h30
Presidente: José de Castro Dias (3º mandato)                       
Secretária: Elmira Maria Ribeiro Silva
Tesoureiro: Manuel Ribeiro Fernandes
 
Destaque
Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento Nº 366
Fundado em 1936 por 15 elementos (escutas e dirigentes), foi seu primeiro chefe José Dinis Salgado. Aquando da participação deste agrupamento na sua primeira reunião, o jornal ‘Flor de Lis’ (jornal do Corpo Nacional de Escutas) afirmava: “Apesar de ser a primeira vez que se apresentou em reuniões desta natureza, não desmereceu, antes pelo contrário, deu a conhecer que os seus escutas têm sido cuidadosamente preparados...”. Na sua longa existência, destaca-se o envolvimento em causas sociais e humanitárias e a realização de várias iniciativas de valorização humana. Entre estas, os acampamentos foram um importante instrumento na sua afirmação como agrupamento. Hoje, em acrescento ao antes referido, a recolha de donativos para causas humanitárias e justas, a participação em acções de voluntariado, a Ceia de Natal, momento vivido com entrega e partilha, além da realização de jantares comemorativos, são alguns exemplos da ocupação dos jovens deste agrupamento. A partir de 1976 existiu um grande esforço no sentido da estabilização dos seus elementos, tendo alcançado em 2002 um número superior a 200 escuteiros e dirigentes, tornando-se, então, o maior agrupamento da região. Conta desde os anos 80 com uma fanfarra de aproximadamente 50 músicos, participando em eventos pelas várias regiões do país. Actualmente, dispõe de 150 escutas, divididos pelas diferentes secções: lobitos, exploradores, pioneiros, caminheiros e chefes, participando de forma activa na comunidade onde se inserem. É um dos maiores agrupamentos do concelho e do país. O 6 de Junho de 2010, dia em que se celebrava os 74 anos do Agrupamento, foi uma data relevante, pois viu o seu maior anseio tornado realidade, com a inauguração de uma moderníssima, adequada e funcional sede, para o desenvolvimento das suas diferentes e múltiplas actividades. Dessa forma se iniciaram com brilho as comemorações das Bodas de Diamante.Pela importância das suas acções, o Agrupamento nº. 366 do Corpo Nacional de Escutas da freguesia de Brito tem vindo a merecer o reconhecimento da comunidade onde se insere.
Receba
as novidades
no seu e-mail
nome:
e-mail:
Vale do Minho Vale do Lima Vale do Cávado Vale do Ave e Terras de Basto
Contactos | Mapa do site
Copyright © 2008 A Nossa Terra. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por: Direnor